Ano após ano, os sistemas anti-SPAM têm feito um ótimo trabalho combatendo todo tipo de ameaça, mas, de tão funcionais que são, esses sistemas muitas vezes acabam filtrando como SPAM até mesmo e-mails legítimos. Para fugir desses entraves é preciso adotar as práticas certas e entender direitinho como esses sistemas funcionam.

  • No que a reputação de envio de e-mails é baseada?
  1. Ter muitos e-mails marcados como SPAM;
  2. Não apresentar uma boa taxa de abertura;
  3. Apresentar uma bounce rate alta;
  4. Ser inconsistente na frequência de envio.
  • Que técnicas usar para melhorar sua reputação?
  1. Nunca envie nada para quem não solicitou;
  2.  Fuja de comportamentos como spammers;
  3. Comece o envio de e-mails aos poucos;
  4. Procure ser pessoal no tratamento;
  5. Segmente ao máximo sua lista;
  6. Evite termos de baixa reputaçãoPor serem usados com frequência em SPAM, alguns termos são associados automaticamente a mensagens indesejadas pelos sistemas anti-spam. Evite, portanto, as palavras “promoção”, “grátis”, “oferta”, “compre”, “imperdível”, “crédito”, etc. Outra dica importante é não usar acentos gráficos e não colocar o assunto do e-mail em caixa alta.
  7. Mensagens em HTMLMensagens sem programação HTML – apenas com imagens – têm muito mais chance de serem entendidas como SPAM. Portanto, mapeie , insira hiperlinks e, nos endereços das imagens, não use as palavras que geralmente são associadas a SPAM, como mostramos acima.
Encontrou sua resposta?